quarta-feira, 21 de abril de 2010

O que estou lendo agora




Podem me chamar de infantil ou do que quiserem. Adoro Joanne Kathleen Rowling e a saga do bruxinho Harry. Com a autora eu simpatizei quando soube que ficou famosa por escrever em bares, com a filha a seu lado, no carrinho.
Pelo personagem a princípio pela lembrança da saudosa estção de trens de "King's Cross", em Londres, onde pelo sucesso de livro e filme, uma placa "Plataforma 9 3/4" foi colocada (foto abaixo).
Em bom inglês Harry James Potter, na tradução - perdoável somente por ser literatura infanto-juvenil - Harry Tiago Potter, o protagonista começa sem saber sua origem e sua "missão". Aos críticos, em especial aos religiosos, tento lembrar que trata-se de um PERSONAGEM FICTÍCIO que aos 11 anos vai estudar em uma mais fictícia ainda Escola de Magia e Bruxaria.
A autora escolheu como aniversário de seu protagonista o dela própria: 31 de julho.

Harry Potter e AS RELÍQUIAS DA MORTE trata do fim da série de 7 livros/filmes, que quero ler de antemão ao filme que pretendo ver. Contarei mais.

4 comentários:

jamesp. disse...

E olha,esse livro é uma obra-prima,muito bem escrito.Li todos e tenho os 3 últimos.Esse último é um livro para todos,não somente para adolescentes.
Um abraço.

Daniel disse...

eu to me roendo por dentro. cade a primeira parte do 7o filme??? quero djá!!!

Gustavo Maciel disse...

Li vários livros da tia djay cay na infância. Assim que comecei a gostar de ler, com 8 anos (D'us me livre dos livros da escola!). De J.K passei para Dostoievski. Sou bonito?

Gustavo Maciel disse...

Li vários livros da tia djay cay na infância. Assim que comecei a gostar de ler, com 8 anos (D'us me livre dos livros da escola!). De J.K passei para Dostoievski. Sou bonito?