domingo, 8 de março de 2009

Pensar é preciso!

O jornal Folha de São Paulo de hoje traz discussões políticas muito pertinentes que há muito não via. Discussões sobre a história mundial recente e atual.

Primeiro trata da balbúrdia política que a hipocrisia republicana (do Partido Republicano) vem propalando nos Estados Unidos: não distinguir as medidas sociais do novo Presidente Obama, na verdade social-democratas, de medidas de viés comunista. Tudo com fim eleitoreiro. Lembra-me os petistas daqui das terras tapuias que não sabem diferenciar um partido social-democrata como o PSDB de Serra e Aécio, de um partido de direita.

Na mesma seção Mundo lê-se artigo sobre filósofo esloveno Slavoj Zizek, que, em outras palavras, diz que as pessoas sentem-se desnorteadas em situações em que o conhecido e até então confiável "Sistema" sofre uma crise grave. Nessas situações as pessoas ficam tentadas a, ao invés de tentar reparar / consertar o sistema, apelar para tentadoras soluções radicais e ALERTA: "O problema hoje é que, quando há caos e desordem, as pessoas perdem seu mapeamento cognitivo. Então é uma disputa aberta para ver qual interpretação vai vencer. Nunca esqueça que foi assim que Hitler venceu". (Destaque meu).

Alertas fiquemos aos inimigos da democracia, da alternância de poder, e de se evitar o aparelhamento do Estado.

7 comentários:

Serginho Tavares disse...

quando o caos chega, não pede licença

Celena disse...

Não querendo criar polêmica, mas apesar do PSDB ter o "social democrata" no nome politicamente eles migraram pra direita e reconhecem isso. O grande problema, na minha opinião, é a grande falta de profissionalismo e competência dos petistas quando estes viraram governo. Mas muito interessante essa iniciativa da Folha. Sou a favor de qualquer coisa que faça as pessoas refletirem sobre a conjuntura política.

PAVINATTO disse...

Alvíssaras. Pena que o povo não sabe ler.

Nícholas Vasconcelos disse...

Cuidado com o pensamento de manada!

du disse...

.pena que são questões que não chegarão às massas. pelo menos por enquanto.

.só espero que a versão/interpretação simplista a vencer não seja aquela de promessas e falsas premissas, mas sim àquela efetiva, honesta...

.abraço

Mike disse...

Espero só que o povo americano tenha um pouco mais de discernimento que brasileiros e venezuelanos que adoram um sol tapado com peneira!

Ale Lucas, querido, tem selo e desafio pra você lá no blog!

ANDRÉ MANS disse...

é um alívio notar que ainda há inteligência no jornalismo comprado brasileiro

aleluia!