sábado, 29 de novembro de 2008

O Tempo Passa




Passei a infância lendo muitos gibis. Meus pais sempre incentivaram a leitura dos filhos, e eram bastante liberais na permissão das escolhas dos filhos. Além dos gibis da Disney, lia a linha toda do Maurício de Souza. Hoje, além das saudades desses tempos, sinto orgulho de um brasileiro talentoso que nos alegrou as vidas e contribuiu para a cultura brasileira com produção nacional que em nada deixava a dever aos melhores do mundo para a faixa etária.

Surgiu a idéia de um núcleo paralelo de produção que retratasse os personagens crescidinhos, adolescentes. Com isso a idéia implícita de um romance entre a Mônica e o Cebolinha. Demorou mas chegou. Quem diria que cresceriam conosco e veríamos esta cena?
Tempos tão felizes...



(imagens: Blog do Alexandre Inagaki e Wikipédia)

4 comentários:

Gui Sillva disse...

adorava ganhar aqueles almanaques grandes da turma da monica que eram vendidos excepcionalmente nas férias.

tempo bom!

Rafa Mattos disse...

Esse era o tipo de coisa que o brasileiro deveria saber apreciar, e não esse monte de lixo que passa na nossa Tv aberta .. Enfim ... Maurício de Souza fez parte da infância de muita gente, inclusive da minha ...

Alberto Pereira Jr. disse...

eu ainda acho uma temeridade a turma da mônica crescer gente!

Tata disse...

Concordo com você Alê! Desde criança, torcia pelo namorinho dos dois, e sempre amava as historinhas em que eles soltavam coraçõezinhos um pelo outro. Continuo lendo os gibis da turminha criança (confesso, sou assinante, e a família toda adora), e agora com a turminha jovem, adorei mais ainda, afinal, quem não tinha a curiosidade de vê-los crescidinhos. E essa cena do beijo com certeza foi a mais esperada dos quadrinhos...rs.