sábado, 6 de setembro de 2008

Suplementação e alimentação e substituição...

Caros, me preocupa muito o que passa na cabecinha de todos quando a questão é alimentação. Por mais que os nutricionistas batalhem para cada um de nós entender que é fundamental termos uma alimentação no mínimo saudável - e nem estou falando de performance aqui - mais teimamos em achar que podemos substituir por este ou aquele pozinho, este ou aquele comprimidinho, esta ou aquela sopinha... Por ais que isto soe novo para vocês, acreditem em mim: nada como uma alimentaçao saudável e para o esportista, nada como uma alimentação direcionada.

Cada macaco no seu galho:

A indústria alimentícia aposta cada vez mais em substancias de absorção rápida e alto valor biológico para poder criar uma alimentação específica que contenha os nutrientes necessários, na dose necessária, com uma digestão rápida para haver uma absorção praticamente imediata, possibilitando assim ou uma recuperação precoce ou um preparo rápido para uma determinada atividade - para o esportista cotidiano de academia significa ter um curinga nas mãos que obedecendo sua vida atribulada, ai garantir que ele possa fazer uma sessão de exercícios atingindo níveis de treinamento e adaptação e/ou vai fazer uma recuperação rápida que faça com que ele não perca os efeitos da atividade física - porque no final, e já falamos sobre isso - o exercício nada mais é do que um estímulo para o organismo guardar a proteína mais algum carboidrato da dieta em forma de músculos (claro que para quem treina para isso...). Temos por exemplo proteínas micelares, enriquecidas com arginina para ter efeitos diversos no treinamento, como o caso do NO2 Micellar da Probiótica, que podemos utilizar inclusive antes do treino nas dietas de carbo-zero, tendo ainda níveis de desempenho semelhantes ao uso de carboidratos, porque este é enriquecido com arginina (o efeito vasodilatador dos NOs) e ainda possui 7g de BCAA por dose; algo que 5 anos atrás era impensável e que obrigatoriamente o esportista tinha de utilizar um carboidrato para inclusive nao ter problemas durante o treinamento - suplemento é para isso: para ser funcional dando determinada capacidade que com alimentação não é possivel porque para se ter determinada dose de uma substancia as vezes seriam necessários kilos de aimento, enquanto o suplemento contem em gramas...
O alimento é uma energia timed-release, ou seja, de liberação lenta. é necessário para cumprir as funções vitais do organismo e não podemos entendê-lo como algo dispensável ou pernicioso. Temos que ser racionais: vida saudável pede dieta saudável, rotina de atleta pede alimento de músculos - o que os suplementos alimentares fazem com maior facilidade, conforto e ainda possibilitam uma gama de combinações que com a alimentação comum não poderíamos contar.

O pensamento mágico:

"Estou suplementando, logo não preciso fazer as refeições normais." nao acabei de falar que suplemento é uma substancia certa, numa dose certa, para uma absorçao precisa num tempo adequado para causar mudança na capacidade de se realizar um esforço ou de se recuperar dele de forma a ganhar ma aptidão? Pois bem, então faça suas refeições de forma adequada, antes que Rodolfo Peres e Mariana Klopfer arranquem seus belos cabelos (da Mariana, logico; porque esses bóribilders já fizeram o Rodolfo perder alguns... hi hi). lembra que o suplemento é algo para ser absorvido rapidamente, no prazo de minutos.. o que voce vai fazer? ficar comendo a cada 30, 40 minutos? daí fica difícil, hein... e mais cada dose usual (dois scoops) de whey protein por exemplo te dá uma quantidade de proteínas purificadas e especiais, mas que é tão especifica que a dose dela é da ordem de 35 a 40 gramas, diferente de um bom filezinho de frango que pode te dar algo em torno de 100g de proteína seca (porque 100g de filé de frango não são 100g de proteína não é mesmo senhores? ou voces achavam isso?) portanto, para conseguir um volume grande de proteínas e carboidratos temos de comer comida e pronto. Para te dar em quantidade o que uma refeição simples de 250g de filet de frango e 250g de arroz integral iria muuuuito suplemento, e claro, sem necessidade porque voce nao vai fazer nenhuma atividade específica, vai?

O conhecimento da vovó:

Eu adorava minha vó, ela era uma véia porreta, que dava nó em muito cabra. ela que me ensinou a fazer drop set de tríceps testa com minha mamadeira de leite em pó com cremogema... Mas ela tinha suas limitações, assim como a alimentação trivial tem as suas...
Senhores, podemos comer para o paladar, comer para viver, comer para ter saúde e sendo assim, tanbem há como comer para termos desempenho... nesse sentido, vamos supor que voce gostaria de comer uma refeição que contivesse 7 gramas de BCAA's mais uns 5 gramas de creatina antes de treinar... boa sorte para voce treinando com um kilo de bife de vaca na barriga... entendeu a mensagem? A suplementação alimentar vem no sentido de possibilitar a praticidade e a conentração de nutrientes que não é possível para uma alimentação trivial. Precisamos ser coerentes: esportista que quer desempenho tem de comer para o músculo, e comer para o músculo é complicado porque o danado é extremamente exigente e briga com um metabolismo que geralmente é bem difícil de domar. Sendo assim, respeite a sua musculatura e coma para voce, mas tambem coma um pouquinho para ela: o seu espelho vai te agradecer.



e esse foi o blablabla de hoje... foi básico, mas não podemos deixar essas dúvidas passarem, não é mesmo?

sucesso e saúde (com muita performance, performance com saúde.)

Muzy

3 comentários:

Daniel disse...

eu abandonei suplementos há muito tempo. acho desperdício de dinheiro.

Alexandre Lucas disse...

Essa foto foi pra sacanear, não?

marcos disse...

pow....tai um blog bom!