terça-feira, 5 de agosto de 2008

Admiração


Sim, admiração intelectual e pelo "conjunto da obra", da vida de uma pessoa, é possível e foi o que sinceramente senti hoje. Achei a Veja desta semana valendo cada centavo de seu preço. A reportagem da Veja São Paulo sobre uma Lygia Fagundes Telles aos 85 anos, lúcida, ativa e produtiva me deixou realmente emocionado. Aumentou o respeito que meus pais e avós sempre me ensinaram a ter pelos mais velhos.

O artigo de Lya Luft está também uma lição de humanidade e do valor dos pais.

Agora, recomendo especialmente a reportagem "Páginas Amarelas" sobre o valor da educação como bem maior de um país e a coluna de J.R. Guzzo sobre o descaso com o português formal que tem permeado as nossas elites e intelectualidade. Este cita a escritora ganhadora do Nobel de Literatura Doris Lessing: "...quando se corrompe a linguagem, logo se corrompe o pensamento". Doris tem 90 anos de idade...
Lembrou-me da Dona Elisa, a melhor professora de Língua Portuguesa que já tive.

Um comentário:

GUI SILLVA disse...

é raro quando a Veja acerta, assim, em cheio.
mas quando acerta, vale a pena!

Li uma entrevista da Lygia - se não me engano foi na Bravo - muito boa também. Exemplo de vida!