sexta-feira, 7 de março de 2008

ESTADO POLICIAL


Operadoras telefônicas realizaram 409 mil escutas autorizadas em 2007

da Agência Brasil, em Brasília


Há muito que meu pai, advogado, explica em casa os abusos que vêm sendo cometidos por polícias e ministério público no âmbito das escutas telefônicas "legais", autorizadas pela justiça. A apagada CPI do Grampo, no Congresso, revela número espantoso acima, que corresponde a 0,23% de TODOS os telefones fixos E móveis! Meu pai também sempre faz alusão a cartaz que viu em um quartel durante os anos de chumbo que advertia para que "não fossem tratados ao telefone assuntos de Segurança Nacional". Neste país sabe-se que o sigilo das telecomunicações é desrespeitado faz tempo. Vivemos um recrudescimento do Estado Policial.

2 comentários:

Mans disse...

é o imperialismo
é o imperialismo

democracia, sei...

Alberto Pereira Jr. disse...

um absurdo!
violação das liberdade individuais!