segunda-feira, 5 de novembro de 2007

Momentos tristes de desumanidade


Minha amiga Paulinha viajou a serviço da ONU para o Usbequistão, e foi visitar o monumento aos 600.000 homens e mulheres usbeques mortos na II Guerra, defendendo a URSS. O monumento é lindo, com os 600.000 nomes inscritos em placas de cobre para a posteridade e a estátua de uma mãe usbeque vigiando uma chama eterna cerimonial.

(A foto é dela - recebi por e-mail hoje. Ela ainda está lá. Consegui o milagre de falar com ela pelo telefone!)

Um comentário:

[clebs] disse...

Seria mais lindo ainda se não houvesse a nescessidade de se ter esse e tantos outros memorias...incluindo o do WTC.

Mas....