segunda-feira, 13 de agosto de 2007

Richarlyson Barbosa Felisbino

Pensei muito antes de escrever este post. Não sou a favor da "teologia" do outing. Acho que cada um deve cuidar de sua vida. Mas daí a uma pessoa que já foi vista diversas vezes em lugares exclusivamente gays (segundo relatos por muitos conhecidos meus GAYS ) dar entrevista dizendo que não é homossexual, além de moralmente inadequado, é se expor ao escárnio da mídia...

Veja a matéria original na FOL.

P.S.: cá entre nós, com um nome desses a gente não podia esperar muita coerência mesmo...

Ah, tem um comentário imperdível (clique em comentários abaixo).

7 comentários:

Anônimo disse...

Existe varias formas de se lidar com a orientação sexual, inclusive negar... Sou frequentador da Thermas Lagoa (não nego a minha...), e em uma dessas voltinhas (rs), por aquela casa, ouvi um comentario que o Richalyson estava lá. Logo fiquei interessado pelo assunto, muito mais pelo nome exotico da pessoa do que por ela mesma, e perguntei pra um dos rapazes, quem era essa pessoa tão importante a ponto de causar tamanho tumultuo... e me disseram que era um jogador de futebol do São Paulo, deixei pra lá... O mais engraçado, é que em menos de quinze dias o mesmo fato se repetia, quase um dèjá vu, um algazarra só, um som que ecoava É o Richarlyson... Fiquei novamente intrigado com aquela reação coletiva dos boys... mas, mais surpreso fiquei quando um deles me confessou que toda aquela agitação era pelo fato de que todas as vezes que o Richarlyson ficava com algum deles tinha o hábito de não pagar. Perguntei por que? E ele me disse que a resposta era: Eu sou o Richarlyson, jogador de futebol do São Paulo... Quero deixar bem claro que não gosto de futebol, não torço para o Palmeiras, quanto menos sou um corinthiano fanatico, apenas relato dois fatos que vi... Ah!! Acredito que por um valor bem abaixo do que é cobrado por um programa na termas, haverá no mínimo uma dezena de boys pra contar historinhas sobre o Richarlyson bem mais picante e com riqueza de detalhes do que eu.

Alexandre Lucas disse...

Não podia ser melhor. Mais que um comment, um depoimento...

Fer Santos disse...

Nada contra ele ser gay....
O mundo é gay, by Marina Lima
Acho que simplesmente você não renegar o que é.
Se ele não quer se expor, então porque é frequentador assíduo (segundo depoimentos) de ambientes gays?
Tenho milhares de amigos gays que por incrível que pareça conseguem manter a descrição a respeito da orientação sexual.
Cada um faz suas próprias escolhas. Se o Richarligkhldperoson é homo, todos, inclusive os dirigentes do Clube que joga devem respeita-lo e ponto. Afinal isso não o impede de ser um bom jodagor.
Mas que ele é, isso ele é..kakakakakaka

Marcelo disse...

Adorei o depoimento, pena que páginas da biba tenha terminado.

Fer, a Marina cita uma musica do nirvana - all apologies : everyone is gay.

Quem se importa com o Raycharlesson?! Pior é o juiz que deu aquela sentença absurda e preconceituosa.

BHY disse...

Oi, queria dizer que indiquei você para um prêmio na blogosfera. Acessa lá no blog, "And The Winner Is".
;-)

Rafa di Luca disse...

genteeeeeeeeeee

pelo amor de Deus, eu me recuso a falar deste ser de nome impronunciável que fica fazendo linha na tevê! Isso já virou piada nacional...me erra!

Tanta coisa mais importante acontecendo né? Todo mundo repete comigo: HAPPY BIRTHDAY MADDIE!!!!

Anônimo disse...

Gente!!
A notícia chegou aqui nos US de uma forma diferente. Umas bichas americanas comentavam que um jogador de futebol brasileiro havia se declarado gay na TV. Fiquei curioso e perguntei p/ elas como ele se chamava. Infelizmente elas não conseguiram pronunciar o nome dele. Só depois fiquei sabendo quem era a "famosa".
Suppress