segunda-feira, 13 de agosto de 2007

Ofensas do Estadão...


Vou ser bem sincero, desde criança, NUNCA gostei do Estadão. Meu avô, pai da minha mãe, já falecido, assinava-o, enquanto meu pai, que hoje tem 57 anos assinava desde os vinte e poucos a Folha de São Paulo; esta sim eu sempre li.

O Estadão sempre foi um jornal que deu voz às direitas e ao "status quo". Sempre me cansou e sempre sujava minhas mãos mais que a Folha, da qual hoje sou assinante.

Mas desta vez o Estadão foi longe demais, ao atacar a Web 2.0 e chamar os blogueiros de macacos. Isso porque dá a entender que apenas copiamos e colamos textos, o que qualquer pessoa minimamente informada sabe não ser verdade. Não é o caso do Estadão, eles não são minimamente informados. E ainda sugerem que, ao invés de acessar blogs, acesse-se o portal deles na net, que é um lixo, de péssima qualidade, design e conteúdo superficial. Eu proponho um boicote (já não costumo acessar mesmo) e continuemos a acessar o portal FOL (Folha ONLINE) que é muito melhor.

Abaixo o vídeo da propaganda infame. Clicando na imagem no começo deste post, você lerá um post do blog BHY que, além de me lembrar da obrigação de falar sobre este assunto, mostra que não copiamos e colamos apenas :) Outro link que vale a pena ler.

Desculpem a linguagem, mas realmente fiquei ofendido: FODA-SE o ESTADÃO. Vou rezar todos os dias para aquela porcaria falir logo...


Um comentário:

introspective disse...

O Estadão sempre foi um jornal reacionário. E quando os gays começaram a aparecer na mídia, ficou muito gritante o contraste entre a Folha, que se tornou um jornal friendly e deu amplo espaço à catiguria, e o Estadão, que simplesmente varreu as bees pra baixo do tapete. Esse gesto agora, só posso interpretar como desespero de causa, já que a venda de jornal impresso despenca assustadoramente enquanto os blogs têm cada vez mais audiência. O futuro somos nós. Daqui a 50 anos, quem vai comprar jornal?