sexta-feira, 18 de junho de 2010

Aos 87 anos, morreu, hoje, José Saramago


Muito trabalho por aqui hoje. Com a ausência do Alê, estou sem tempo até pra fazer um relaxante "número 2".


Afinal de contas, não é todo dia que morre um inimigo de Deus tão ilustre.

Cumpre informar que, antes de vestir o pijama de madeira, o nobel de literatura postou em seu blog o trecho de uma entrevita que deu em outrubro de 2008, que, assim, ficam sendo suas última palavras:

"Acho que na sociedade actual nos falta filosofia. (...) Falta-nos refexão, pensar, precisamos do trabalho de pensar, e parece-me que, sem ideias, não vamos a parte nenhuma."








8 comentários:

Alexandre Lucas disse...

De longe, congratulo-me com o amigo Pavi e lamento o falecimento. Este nos fará falta. Tanta pra ir na frente.

jamesp. disse...

Grande Saramago,com ele há pouquíssimos hoje,nessa nossa triste era da mediocridade e do conformismo.
Você sumiu do twitter/facebook!saudades.
Abraço,meu querido.

jamesp. disse...

Desculpe,Alexandre está de férias!
Desconsidere os comentários.
Abraço.

S.A.M disse...

Ele nos instigou e só por isso ja se fez grande.

Será sempre eterno por suas obras!

Wagner disse...

Saramago estava certíssimo: Nossa sociedade carece do exercício do pensamento reflexivo! Sem dúvida é uma perda significativa! O post ficou muito bom, com exceção do desabafo escatológico, uhauah! Abraços!

Pavinatto disse...

Gradicido. Não sou a Sandy.

Endim Mawess disse...

Eu posso lamentar pela morte desse inimigo de Deus, afinal li 2 livros dele e ao contrario do meu namorado não foi por obrigação do vestibular.

Alberto Pereira Jr. disse...

apagou-se mais uma ilustre luz