sexta-feira, 5 de março de 2010

Chão de estrelas...

... mas só chão.

Minha vida era um palco iluminado
Eu vivia vestido de dourado
Palhaço das perdidas ilusões
Cheio dos risos falsos, da alegria

Eu andei cantando a minha fantasia
Entre as palmas febris, e os corações...

2 comentários:

Latinha disse...

Dependendo do momento, esse trecho pode ser um senhor tapão na cara, hein.

Ou então a carapuça serviu era o meu número.

Abração.

jamesp. disse...

Amo essa música,anyway,seja lá qual for 'a interpretação'.
UM abraço.