terça-feira, 11 de agosto de 2009

Ainda a Gripe Suína

Migowvsky: "Restrição ao Tamiflu causou maioria das mortes no Brasil"

JB Online

RIO - O infectologista Edmílson Migowisky fez duras críticas na manhã desta terça-feira à forma como o Ministério da Saúde vem ministrando o Tamiflu no país. Segundo Migowisky, a alta percentagem de mortes no Brasil, mais de 10%, contra 0,5% em todo o Mundo, é consequência da restrição que o Ministério fez quanto á distribuição da medicação.

- A letalidade da gripe no Brasil é muito superior à letalidade da Inglaterra, onde aconteceram uase 100 mil casos e poucas pessoas morreram. O Chile também distribui a medicação livremente e o índice de mortes é baixo - atacou.

O infectologista, que desde o início da epidemia defende a liberação da medicação sem restrições, diz que boa parte das 210 mortes no país aconteceram por conta desta política errada.

- Aqui no Brasil a política é restritiva

10:34 - 11/08/2009

Um comentário:

Daniel disse...

Agora a universidade de Oxford diz que o remédio causa mais mal do que bem para crianças e adolescentes (não é a 1a vez que vejo algo nesse sentido).