sexta-feira, 26 de junho de 2009

Ensinamento Pesadinho do Dia

"Algumas vezes eu fiz muito mal para pessoas que me amaram. Não é paranóia não. É verdade. Sou tão talvez neuroticamente individualista que, quando acontece de alguém parecer aos meus olhos uma ameaça a essa individualidade, fico imediatamente cheio de espinhos - e corto relacionamentos com a maior frieza, às vezes firo, sou agressivo e tal. É preciso acabar com esse medo de ser tocado lá no fundo. Ou é preciso que alguém me toque profundamente para acabar com isso."
Caio Fernando Abreu



Dica do Celso Dossi.

3 comentários:

Petê Rissatti disse...

CFA é, sem dúvida, um dos maiores transgressores das décadas de 80/90 no Brasil. A ousadia era seu lema, mas também as dúvidas e os fantasmas de "ser gay" eram sua marca. Caio é um anjo dos contrários, da marginália, do amor estranho para muitos. E essa é a sua beleza.

Nícholas Vasconcelos disse...

Todos somos neuroticos!

F.A.M disse...

POxa, lindo e profundo...