terça-feira, 9 de junho de 2009

Ensinamento Pesadinho do Dia

Instantes

Se eu pudesse viver novamente a minha vida,
Na próxima trataria de cometer mais erros.
Não tentaria ser tão perfeito, relaxaria mais.
Seria mais tolo ainda do que tenho sido.
Na verdade, bem poucas pessoas levariam a sério.
Seria menos higiênico. Correria mais riscos,
Viajaria mais, contemplaria mais entardeceres,
Subiria mais montanhas, nadaria mais rios.
Iria a mais lugares onde nunca fui,
Tomaria mais sorvete e menos lentilha,
Teria mais problemas reais e menos imaginários.
Eu fui uma dessas pessoas que viveu
Sensata e produtivamente cada minuto da sua vida.
Claro que tive momentos de alegria.
Mas, se pudesse voltar a viver,
Trataria de ter somente bons momentos.
Porque, se não sabem, disso é feito a vida:
Só de momentos - não percas o agora.
Eu era um desses que nunca ia a parte alguma
Sem um termômetro, uma bolsa de água quente,
Um guarda-chuva e um pára-quedas;
Se voltasse a viver, viajaria mais leve.
Se eu pudesse voltar a viver,
Começaria a andar descalço no começo da primavera
E continuaria assim até o fim do outono.
Daria mais voltas na minha rua,
Contemplaria mais amanheceres
E brincaria com mais crianças,
Se tivesse outra vez uma vida pela frente.
Mas, já viram, tenho 85 anos
E sei que estou morrendo.

Jorge Luiz Borges

3 comentários:

Mike disse...

hauhauhauhaua post genial... mas olha, não acho que a gente tem que mudar as músicas não, na boa...

Na verdade as nossas músicas são muito melhores que as do exterior que são BORING e dizem a mesma coisa... o negócio e o sarcasmo e a ironia... hauhauhauhauhauha!

Atira o pau no gato SIIIIM!!!

Marcelo disse...

Sabe q a viúva do borges já veio a público afirmar que ele jamais escreveu essa poesia. ele nao era um cara de arrependimentos - viveu parte da sua vida adulta cego, mas continuou viajando, escrevendo divinamente e se apaixonando.

Alexandre Lucas disse...

Marcelo, talvez ela esteja certa. Mas a poesia de fato é bela, e não acho que fale de arrependimento, mas sim de viver de forma mais livre e feliz. Obrigado pela dica ;)