terça-feira, 14 de abril de 2009

Não era isso o que eu queria!


Engraçado como a vida muda agente! Há quase dois anos atrás a minha vida era feita de amigos, baladas intermináveis, álcool e toda esperança do mundo para o futuro. Tava terminando jornalismo - e todo jornalista é cheio de ideais - jurando que podia salvar o mundo, fazer a grande diferença e que tudo mais fechava o meu pacote de felicidade eterna.

Mas como diz o locutor de novela, o tempo passou! Os amigos seguiram seus caminhos e eu também.Morei seis meses no interior do estado, até perder o emprego e ter de ver que a vida não era tão perfeita assim.

Uma grande amiga foi fazer um mestrado na Espanha, sonhou por isso durante muito tempo e conseguiu. Outra amiga foi fazer Gastronomia no Sul, ela queria algo diferente e conseguiu. Outro amigo foi embora para São Paulo fazer Design Grafico no IED, o que ele sempre queria. E por ultimo, uma amiga se tornou mãe e resolveu passar uma temporada com a família em Niteroí.Eu continuo em Campo Grande.
Não to com inveja das conquistas deles. Ninguém é tão feliz pelo que eles conquistaram quanto eu. Batalharam, não foi fácil, e conseguiram provar que é possível correr atrás do que se quer e conseguir.

O que me mata é que todos eles foram embora daqui, tão com vidas diferentes, amigos diferentes. Em mim ficou o vazio que eles deixaram, a sensação de que eles estão aqui ao lado - quando sei que não estão - e que vão me chamar pra um baladinha daqui a pouco.

Esse feriado lembrei que eles não estão aqui.Lembrei do quanto sinto saudades da época da faculdade, quando não haviam preocupações, não havia cobrança de chefe, aluguel pra pagar e solidão num feriado...

Sei que não dá pra fazer a Polianna e fingir que isso tudo vai passar amanhã. Não vai mesmo. Eu tenho de aprender a conviver com a saudade dos amigos, saber que cada um tem seu caminho, seu destino , que tem de correr atrás da vida.

Crescer tem as suas responsabilidades...Mas só queria saber três respostas: Por que tem de ser tão difícil! Quando isso passa?Cadê a vodka?!!!!

7 comentários:

Too-Tsie disse...

Verdade!
O mais doloroso nessa vida é ver os amigos partirem. Aos poucos eu estou tentando agregá-los de volta ao meu convívio.

Daniel disse...

Somos 2

g.boy disse...

qdo passa eu naum sei, mas o q sei com certeza eh q passa...

tb estou sofrendo um pouco com a solidão e a falta dos amigos. mas no meu caso fui eu quem abandonou tudo. meus amigos estão lah, todos juntos e eu q segui, atrás da minha vida. tb naum eh fácil, mas faz parte. a gente aprende q ser mais forte, a depender unicamente da gente. por isso a vida eh tão difícil. e amigos sempre aparecem de novo, se naum os mesmo, outros.

complicado, mas eh a vida... =_

disse...

A vida sem luta não é vida. Se te derem limão faça uma limonada e coloca uma pinga ou vodka... olha q beleza...vira caipirinha ou caipiroska...se gostar...a vida é bela!!!

Anônimo disse...

Seguinte... como seus amigos que estão fora, vc agora tem uma nova turma, tem novas experiências um novo emprego. Da mesma forma que vc fica triste por não viver situações que seus ex-amigos estão curtindo... eles tb estão sentidos por não viver as novidades que tu esta vivendo! Independente de onde vc esta morando, seu dia e noite terão noticias e situações que vão fazer seu amigos antigos ficarem triste de não terem vivido contigo – de estarem do seu lado!
Cado-MS

Pedro disse...

Tenho certeza que les também sente sua falta, e questionam, mesmo que poucas vezes, se não teria valido a pena todo mundo construir a vinda junto num mesmo lugar. Eu sou um dos que foi embora, morro de saudades de meus amigos, que ficaram na minha cidade, a maioria na verdade, e me questiono, se não deveria ter ficado com eles, sou super feliz com a minha mudança, mas a saudade tb pesa...

Gui Sillva disse...

bata as asas para voar também.
você pode!!!!!