segunda-feira, 26 de janeiro de 2009

Somos Responsáveis!

Já vi um caso idêntico. A mãe chorava copiosamente no velório. Deveria passar na TV aberta!




O filme é baseado na história verídica da ativista gay Mary Griffith, cujo filho adolescente cometeu suicídio devido, ela mesma o admitiu posteriormente, à sua intolerância religiosa. Baseado no livro homônimo de Leroy Aarons, conta com a performance impecável de Sigourney Weaver.

3 comentários:

Daniel disse...

Quase postei sobre esse filme também. Chorei 3 baldes < /Celso Dossi> vendo só o trailer. Tinha que passar aqui também e no cinema.

Too-Tsie disse...

Pois é, esse tipo de filme prefiro assistir sozinho e em casa. Odeio passar atestado de manteiga derretida, já choro até com música.

Jean disse...

Certeza que vou precisar de um lenço.

Jean F.
http://legitimando.blogspot.com