segunda-feira, 23 de junho de 2008

Século XX - desde já peço desculpas pelo texto excessivamente longo

Quando falo mal neste espaço da Microsoft, Hotmail, IE (Internet Explorer), as pessoas acham que sou um exagerado ou um xiita a favor do código aberto (quem não entender algum termo deste texto, joga no Deus Google ou na Wikipédia - links na coluna da direita desta página- não quero alongar em demasia o texto). Absterei-me de falar da Apple, porque não discuto religião com extremistas... Seria perda de tempo.
  • Microsoft: empresa fundada antes de eu nascer, em Albuquerque, Estado americano do Novo México (um freio!), a 4 de abril de 1975! Fundada por duas pessoas de bem (deveriam ser brasileiros, de tão honestos): Bill Gates e Paul Allen. Sem entrar em grandes detalhes, a empresa cresceu com enganações ao consumidor e atitude monopolistas extremamente agressivas. Para quem quiser os detalhes há um excelente filme de 1999, "Piratas do Vale do Silício"(foto abaixo - Wikipedia), que mostra as atitudes e a ética desses "jovens empreendedores". No Brasil o imbrólio chegou na década de 80. Nerd que era desde pequeninho, acompanhei o desenvolvimento dos computadores no Brasil: TK-80, TK-83..., ...Revista Input, Apple II, CP-400Color, CP-500, MSX, Amiga, até chegar aos famosos PCs XT, AT, Pentium, etc... Época da Lei de Proteção do Mercado de Informática, idéia "genial" dentre tantas de nossos militares durante os anos de chumbo da DITADURA, TODOS eram clones baratos de computadores norte-americanos, já que os preços de importação eram proibitivos, fato que gerou reação internacional, e boicote da Apple ao Brasil que durou anos. Pois bem, exceto pelo sistema DOS (Disk Operated System) que era excelente para a época, a Microsoft especializou-se em lançar sistemas operacionais (sem os quais o computador não serve para nada) vendidos em separado da máquina, deu o bonito nome de Windows, sempre em lançamentos prematuros que depois eram corrigidos em vários passos que chamavam carinhosamente de "atualizações". Vejam o atual Windows Vista, que faz com que muitos ainda usem a versão anterior, o XP. Para resumir, o mouse, a concepção de área de trabalho e de janelas, entre tantas outras coisas, foram roubadas da Apple e outras empresas. Hoje, mais de 30 anos depois, continuam desvergonhadamente se apropriando de idéias de terceiros, tais como a navegação por abas do navegador Firefox. Atualmente é processada em diversos países sérios (como nos próprios EUA e UE) por não divulgar o "código fonte" dos seus sistemas operacionais, o que impõe uma desleal desvantagem competitiva a programadores de programas e aplicativos de outras empresas, pois estes têm dificuldades de criarem produtos que funcionem e interajam bem com o sistema Windows. Precisam fazer cursos e utilizar manuais vendidos, ADIVINHEM, pela Microsoft.
  • Hotmail: estou escrevendo este texto enfurecido às 5 da manhã porque perdi 3 horas para gerenciar e limpar minha conta. Ao contrário do rápido e eficiente GMail (que uso há alguns anos), o Hotmail é lentíssimo. Cada clique por vezes leva a segundos de espera e isso, quando se tem mais de 200 mensagens na caixa postal, vira horas... Ele tem o mérito de não ser uma idéia roubada. Foi o pioneiro "web-mail" - correio eletrônico hospedado na internet -, lançado em 1996 (tenho conta desde este ano) e que pode ser acessado de modo seguro de qualquer computador (já acessei até da Turquia e Grécia). Infelizmente alguns contatos antigos insistem em me mandar e-mails para esta conta, então, de tempos em tempos preciso faxinar e xingar, além de usá-la para o MSN (nem explicarei que foi clonado do ICQ nos anos 90).
  • IE: navegador sem vergonha que a maioria usa por preguiça, com inúmeras funcionalidades copiadas dos concorrentes, inclusive os que derrubou por monopolismo e venda casada com o sistema operacional praticados pela Microsoft. Outra fonte de processos mundo afora. Para o usuário comum que não liga para nada disso: por ser parte do sistema operacional, quando o IE "trava" todo o sistema trava e precisa ser reinicializado ou mesmo que apenas em parte, somem ícones da barra de tarefas. Um inferno...
Meu conselho em momento desabafo da madrugada: migrem para o navegador Firefox e o e-mail GMail. Leva umas semanas para acostumar mas a maioria vê logo que vale a pena. Não digo para migrarem do Windows para o Linux, porque isso ainda é problemático mesmo para usuários avançados. Ainda somos reféns da Microsoft. Espero que não por muito tempo =)

Ah, e a versão 3.0 do Firefox, embora não funcione com o Banco Real (que faz mais que o possível - ou algo assim), está bem mais veloz e dinâmica que os demais!

9 comentários:

Klero disse...

Ah, agora quero ouvir sua opinião sobre a Apple!

(Mudei um pouco o visual pro preto porque estou aderindo aos poucos às atitudes digitais sustentáveis, e preto gasta menos energia... e a foto é ousadia... rs)

Alexandre Lucas disse...

Klero, leio seu blog já há algum tempo, e embora não tenha te conhecido na "corte" de HM Tony Goes, respeito muito você e tentarei me portar como se não trabalhasse no RH...
Quanto ao visual escuro, acho besteira esse lance de "atitudes digitais sustentáveis". Qualquer pessoa que entenda de tecnologia sabe que a diferença de energia gasta é desprezível. O paradigma na época do DOS e antes era de monitores com letras escuras e fontes claras (fósforo verde, fósforo cinza, fundo azul com letras brancas em monitores coloridos - inclusive TVs na época dos computadores pessoais 8-bits, como o CP-400color, o AppleIIe e o MSX). Na época não se preocupava com o gasto de energia, pois apenas uma minoria rica do topo da pirâmide social tinha micros e a cor da tela não tinha impacto no consumo de energia da rede do país. Sabia-se, como se sabe até hoje, que é menos estressante para os olhos humanos, tanto que, apesar da Microsoft ter implementado o contrário: fundo branco (para imitar o sulfite) e letras pretas, ela mantém nas opções (ainda que um tanto escondido) a opção de fundo azul com letras brancas.
Quanto à Apple, sei que magôo pessoas entusiastas, até mesmo amigos, mas trata-se de coisa de desocupado. A maioria não entende lhufas de informática e justifica dizendo que os Macs são mais bonitos, modernos, coloridinhos e outras futilidades. Já usei no laboratório da faculdade. A professora só deixava que eu usasse porque confiava em mim. Meu colega de apartamento tem um com o OS Jaguar instalado de última geração e te digo: Ninguém nunca me mostrou algo que um Mac faça que um PC também não faça. Já vi, não uma mas várias vezes dar "pau", exatamente como os PCs e travar. Acontece nas melhores famílias. Até simpatizo com a linha da Apple, mas me lembra o videogame da década de 80 Odissei: mais caro, com menos jogos e nada de tão especial. Acabou virando hype e status dizer que gosta e tem um Mac. Mas respeito o gosto do outro. Só acho que virou religião. E continuo aguardando dados técnicos que comprovem superioridade, já que a compatibilidade deixa muito a desejar...
Espero não ter sido ofensivo.
Na amizade e sinceridade,
Alexandre
P.S.: Steve Jobs de parabéns por dar uma luta justa ao Bill Gates =)

Too-Tsie disse...

Uh! Adorei saber da sua sapiência informática, tão nerd/geek como eu!
Ah, detalhe que eu tenho esse filme em dvd, vibrei quando vi dando sopa numa loja em Buenos Aires.

Eu comecei desejando um Apple II para trocar joguinhos com os amigos, e pq eu tinha aulas de LOGO, aquela tartaruguinha de desenhava na tela.

Colecionava a revista INPUT e MicroSistemas (era a glória digitar os programas), assistir o programa Bits & Bytes na TV Cultura. Depois passei pro MSX e descobri o videotexto para interagir com as pessoas.

Depois disso foi um pulo pro PC XT que foi carésimo e era usado só pra trabalho no escritório dos meus pais.
Só voltei a ter um computador em casa acho que em 92 por aí. Comprei um modem Zoltrix horroroso pra me conectar a 14.400bps, e gastava os tubos com a conta telefonica conectado as BBS de madrugada.

Depois veio internet, instalar o trumpet socket, windows 95..e por aí vai.

Eu sou bem eclético, toda grande corporação joga sujo, microsoft, apple, como dizia o velho guerreiro, nada se cria tudo se copia.

Recentemente o namorado comprou um IMac, mas também não caí de amores pela Apple, e realmente o treco travou logo no primeiro dia. É realmente pra quem entende lhufas e não quer se preocupar com o que se passa por detrás do visual lindinho e minimalista do sistema operacional.

Estefanio disse...

Ai Hotmail é péésimo, despreso total. Depois q gmail surgiu minha vida mudou, migrei meu msn pra gmail, pq so tinha hotmail pra usar msn e redirecionei todos meus emails pro gmail, até o email @glamaddict que hospedado pelo yahoo eu fiz um malabarismo pra conseguir receber e enviar pelo outlook e ficam la para todo o sempre, tenho quase 22 mil emails la, nao apago nunca e recebo tudo no cliente, agora to testando o thinderbird.

Rubens disse...

Cara, eu li seu comentário no Blog G Cliché (que por sinal reproduzido aqui) e achei o MÁXIMO!!!

Sério, também não concordo com esta "glamurização" dos Mac's. São bonitinhos. Sim. Tem limitações. Claro. Digo isso como um hard user de PC's. Eu consigo usar Dreamweaver + Photoshop + Servidor FTP + um monte de coisa e ele não trava. Vai do nosso bom senso de utilizar esta ferramenta (computador). Ah! Parabéns pelo blog!

ludo disse...

Eu tinha um MSX plugado na TV do meu quarto. Mas usava só para joguinhos. Concorria com o finado (mas delicioso) Atari e depois com o Nintendo velho de guerra.

Firefox e gmail tb mudaram minha vida. Uso ambos há mais de 3 anos.

Com o Firefox as vezes rola uns problemas de adaptação em alguns sites, mas nada muito grave. Agora com a versão 3.0 não consigo acessar o netbanking do Real e preciso tapear o Unibanco para acessar. Ah, e o Bradesco continua impossível, como já era com a versão antiga.

Qto ao gmail, o único problema é se vc n está em uma máquina muito potente, porque ele é bem pesadinho. Rápido, mas pesa no RAM.

Para e-mails, no escritório, só uso Thunderbird desde dezembro. Nunca tive problema e é bem confiável.

Fora a questão dos vírus. Desde então nunca mais tive problemas com isso.

Alexandre Lucas disse...

Too-Tsie: sem que o mariod fique bravo, mas acho que nos daremos muito bem :)
Estefânio: o Thunderbird eu ainda não domestiquei por aqui =)
Rubens, o segredo do PC é configuração bem feita, MUITA memória RAM e usuário que não faça besteira =)
Ludo, pura admiração ;)

Anônimo disse...

(Rio de Janeiro-RJ)

Nunca li tanta porcaria num unico blog. Vai trabalhar com pós produção de vídeo num pc e num mac que vai saber a verdadeira diferença. E quanto a energia meu caro, é muito pouco a diferença mais se voce somar os "zilhões" de computadores espalhados pelo mundo afora daria uma grande parcela de alivio pro nosso planeta.
provavelmente nao vai aprovar meu comentario mais mantenha a mente aberta.

Alexandre Lucas disse...

Mac Looser